Professora da Uncisal faz visita precursora do Projeto Rondon

Professora da Uncisal faz visita precursora do Projeto Rondon

Eduardo Almeida

Uma visita à cidade de Senador Guiomard, no estado do Acre, na região Norte do Brasil, marcou o início da preparação de professores e estudantes da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) para o Projeto Rondon 2019. A coordenadora da expedição, Maria Rosa da Silva, fez o reconhecimento da área e pactuou as atividades que serão desenvolvidas.

A equipe alagoana será uma das duas representantes da região Nordeste na edição 2019 do projeto. Além da Uncisal, somente a Universidade Federal de Pernambuco enviará representantes para a edição deste ano do Rondon.

Farão parte da expedição a coordenadora do grupo, Maria Rosa da Silva; o professor Ewerton Amorim; e mais oito alunos de cursos de graduação da Uncisal. O grupo deve desenvolver oficinas com temática voltadas para saúde, educação, direitos humanos e cultura para a população de modo geral, em especial para professores da rede pública, profissionais de saúde e jovens do município.

Para Maria Rosa da Silva, a participação no Projeto Rondon simboliza o cumprimento do papel social da universidade para a sociedade. “Nós ficamos muito felizes em poder contribuir, oferecendo cursos e oficinas gratuitos, com certificação Uncisal, em um município que precisa da partilha deste conhecimento”, ressaltou.

De acordo com ela, essa interação deve representar um ganho não só para a comunidade local, mas para os representantes da Uncisal. “Vamos aprender muito com cultura local, acolhida no município, trocas de experiências que irão proporcionar uma reflexão a nós professores e alunos em relação à nossa função profissional de saúde. É um exercício da cidadania, empatia, interação com a diversidade, relação interprofissional e trabalho em equipe. Retornaremos como melhores como profissional e seres humanos”, finalizou.

RONDON – O Rondon é desenvolvido pelo Ministério da Defesa,em parceria com governos estaduais, municipais e instituições de ensino superior. A proposta, segundo o site do projeto, é “contribuir para a formação do jovem universitário como cidadão e para o desenvolvimento sustentável nas comunidades carentes”. As atividades acontecem entre os dias 5 e 29 de julho de 2019.

abril 12, 2019 · Não é possível comentar
Publicado  em: banner, Noticias  Por: Eduardo Almeida