“Uncisal dará prioridade a abastecimento e abertura de leitos na Stª Mônica”, afirma reitor

“Uncisal dará prioridade a abastecimento e abertura de leitos na Stª Mônica”, afirma reitor

Eduardo Almeida

O reitor da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), Henrique Costa, determinou nesta quinta-feira (16) que o abastecimento de unidades assistenciais e a abertura de novos leitos de UTI e UCI Neonatais na Maternidade Escola Santa Mônica sejam tratados como prioridade dentro da instituição. Num esforço conjunto, com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde, o gestor determinou a compra emergencial de medicamentos e insumos.

Nessa quarta-feira, Henrique Costa se reuniu com o chefe de Gabinete da Uncisal e com os representantes da Pró-Reitoria de Gestão Administrativa e da Coordenadoria Jurídica para discutir um plano de ação para solucionar eventuais problemas e evitar que o atendimento a gestantes de alto risco na unidade seja afetado de alguma forma.

O reitor contou com o apoio do secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, que se colocou à disposição para ajudar a suprir a falta de insumos.

“O dinheiro para a aquisição dos produtos está na conta da universidade e nós estamos mantendo contato com os fornecedores para adquirir os insumos. Nós acreditamos que, em breve, a situação será normalizada. Estamos mobilizados, inclusive com o apoio do secretário Christian, para não permitir que o atendimento seja comprometido”, explicou o gestor.

De acordo com Henrique Costa, além da aquisição de medicamentos e correlatos, a gestão finalizou o processo que prevê a contratação de novos servidores para abrir leitos de UTI e UCI Neonatais. “O processo está tramitando na Secretaria do Planejamento para que nós possamos efetivar a ampliação de leitos na Santa Mônica”.

Por fim, o reitor frisou que todos os processos que a gestão tem se deparado são acompanhados pela Coordenadoria Jurídica, para que aconteçam dentro da legalidade. “O trabalho realizado tem sido monitorado para que aconteça com a agilidade necessária, mas dentro do que prevê a lei. A ética e a transparência são prioridades da nossa gestão”.

novembro 16, 2017 · Não é possível comentar
Publicado  em: banner, Noticias  Por: Eduardo Bruno Almeida dos Santos