Uncisal comemora 20 anos de criação do curso de Terapia Ocupacional

Uncisal comemora 20 anos de criação do curso de Terapia Ocupacional

Texto: Eduardo Almeida/Fotos: David Lima

Uma solenidade festiva, realizada na manhã desta segunda-feira (4), marcou as comemorações pelos 20 anos de criação do curso de Terapia Ocupacional da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal). O evento reuniu professores, técnicos, alunos e ex-servidores que fazem parte da história curso.

Os festejos foram abertos com uma apresentação do coral extensionista da Uncisal. Em seguida, foram exibidas imagens dos primeiros profissionais e estudantes do curso e coube à professora Ana Elizabeth Santos Lins, atual coordenadora, narrar um pouco da trajetória da Terapia Ocupacional na universidade.

“O primeiro vestibular foi ofertado em 1997. Inicialmente, eram 20 vagas. Depois, houve a necessidade de ampliação e a universidade aumentou para 40. Desde então, percorremos um longo caminho e formamos 315 alunos. Vamos formar, na próxima semana, a 17ª turma”, explica a coordenadora.

Para o reitor Henrique Costa, a Uncisal exerce um papel fundamental para o estado ofertando o curso de Terapia Ocupacional. O gestor lembrou que a universidade é a única instituição em Alagoas que oferece a formação e ressaltou o desejo de elevar a qualidade do curso, chegando à nota máxima de avaliação.

“Só quem precisa dos serviços da Terapia Ocupacional conhece a sua importância. Por isso, é fundamental que a gente valorize esses profissionais e, no caso da universidade, dê a melhor estrutura para que possamos formar com excelência. Nós vamos buscar estruturar ainda mais o curso na Uncisal”, frisa.

Conforme a vice-reitora Ilka Soares, uma das provas da qualidade da formação proporcionada pela Uncisal é o fato de que muitos profissionais aprovados no último concurso são egressos da própria instituição.

“Sem dúvidas, é uma satisfação enorme receber os nossos egressos como professores, o que atesta a qualidade do nosso ensino. A Terapia Ocupacional é uma atividade de extrema importância, porque reabilita os profissionais e permite que eles voltem às suas atividades, e a Uncisal é a única instituição quer oferece a formação”, pontua.

Ex-aluna da Uncisal, a professora Monique Reis afirma que voltar a instituição que a formou na condição de professora é a realização de um sonho. Ela revela que passou a se interessar pela docência a partir do terceiro ano da graduação, quando se engajou com a pesquisa e decidiu investir na área.

“Voltar como professora é poder contribuir com o olhar de quem já passou por tudo isso. Acho que regressar como docente mostra que a Uncisal forma gente para isso. No concurso, houve concorrentes de outros estados, mas muitos ex-alunos foram aprovados, o que mostra para os alunos que é possível construir uma carreira aqui dentro”, conclui.

 

dezembro 4, 2017 · Não é possível comentar
Publicado  em: banner, Noticias  Por: Eduardo Bruno Almeida dos Santos