Servidores do CAPS Casa Verde asseguram manutenção de serviços a usuários

Servidores do CAPS Casa Verde asseguram manutenção de serviços a usuários

Durante reunião realizada na tarde desta quinta-feira (24), servidores que atuam no Centro de Atenção Psicossocial Casa Verde (CAPS Casa Verde), localizado no bairro do Pinheiro, garantiram aos usuários do serviço e a seus familiares a manutenção dos atendimentos. O suporte, no entanto, acontecerá, temporariamente, no Hospital Escola Portugal Ramalho (HEPR), já que o CAPS Casa Verde está na “área vermelha” estabelecida pela Defesa Civil.

Na oportunidade, a médica psiquiatra Paula Vilhena explicou que a transferência temporária considera a necessidade de dar segurança aos servidores públicos, usuários e seus familiares e que busca evitar que o grupo fique desassistido até que um local definitivo seja encontrado. “Nós ressaltamos que o serviço será mantido, com os mesmos profissionais e funcionando durante o mesmo horário [8h às 18h, de segunda à sexta]”, explicou.

A médica ressaltou que, embora os atendimentos aconteçam temporariamente no Hospital Escola Portugal Ramalho, os pacientes não serão internados. “Não haverá nenhuma mudança na forma de atendimento ao público. Segue a mesma equipe, cumprindo o mesmo horário, e atuando seguindo a mesma dinâmica. O que haverá será apenas a mudança temporária de sede, enquanto a gestão da Uncisal busca um espaço adequado para nos receber”, acrescentou.

No mesmo sentido, a diretora administrativa do Hospital Escola Portugal Ramalho, Sônia Mara Martins de Oliveira, explicou que os gestores da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) estão buscando se articular com representantes do Estado e do Município para garantir um espaço definitivo para o CAPS. No entanto, enquanto esse espaço não é definido, os usuários do serviço passam a ser atendidos nas dependências da unidade.

“Nós estamos reformando uma sala que possa abrigar o serviço com a qualidade que os profissionais envolvidos e os usuários merecem. É importante ressaltar que, embora o espaço esteja dentro das dependências do Hospital Escola Portugal Ramalho, não há contato entre os usuários do CAPS e da unidade. Serão estruturas separadas e independentes. Cada um com a sua equipe, desenvolvendo o seu trabalho”, acrescentou Sônia Mara.

TRANSFERÊNCIA – Nessa quarta-feira, o reitor da Uncisal, Henrique Costa, informou que, por questões de segurança, os atendimentos a usuários do CAPS Casa Verde passariam a acontecer no Hospital Escola Portugal Ramalho. O gestor ressaltou a importância do serviço e afirmou que vai se empenhar para encontrar um espaço adequado para receber a estrutura, em diálogo com o Estado e com o Município de Maceió.

janeiro 25, 2019 · Não é possível comentar
Publicado  em: banner, Noticias  Por: Eduardo Almeida