Proex divulga Edital do Projeto de Atenção Integral à Saúde Prisional e Internação Socioeducativa (Paispis)

Proex divulga Edital do Projeto de Atenção Integral à Saúde Prisional e Internação Socioeducativa (Paispis)

por João Roberto Barbosa
Estagiário

 

 

A Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) divulga o Edital do Projeto de Atenção Integral à Saúde Prisional e Internação Socioeducativa (Paispis). 

Edital PAISPS 

Para realizar a inscrição, o candidato deve estar no segundo ano (regime anual) ou no 3º semestre (regime semestral) de seu curso, até ter concluído o penúltimo ano ou antepenúltimo período: 6º, 8º ou 10º, dos cursos de 4, 5 e 6 anos de graduação, respectivamente, descritos no item Distribuição de Vagas do edital, em Instituições de Ensino Superior reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

O período de 10 a 28 de fevereiro de 2019, e pode ser realizado por meio de preenchimento de formulário online clicando aqui. O candidato deve preencher o formulário e anexar a Carta Memorial e o Currículo Lattes atualizado.

 

O Projeto

O Projeto de Atenção Integral à Saúde Prisional e Internação Socioeducativa (Paispis) é uma proposta de extensão promotora de ações de Educação e Promoção em Saúde à adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas e pessoas, acima de 18 anos, em situação prisional. Atualmente, o Paispis vem focando sua atenção no sistema socioeducativo, (unidades de internação e internação provisória), desenvolvendo atividades que buscam construir relações positivas, respeitando a autonomia do indivíduo, prezando por uma assistência humanizada, bem como, considerando a complexidade de sujeitos de direitos e suas condições de vulnerabilidades.

As atividades têm seu planejamento estruturado nos eixos “Esporte, Cultura e Lazer”, “Educação em Saúde”, “Formação e Profissionalização” e “Família”, razão porque os editais de seleção de estudantes abrangem diferentes áreas do sabe, tais como, Medicina, Enfermagem, Terapia Ocupacional, Educação Física, Fisioterapia, Licenciaturas, Serviço Social, Psicologia, Nutrição, Odontologia, Pedagogia, Ciências Sociais, Direito, Teatro, Comunicação, Música, Artes Plásticas, Filosofia e Sociologia. Essas atividades têm por finalidade incentivar a interdisciplinaridade e transdisciplinaridade dos saberes e fazeres, redução de danos, educação permanente, promoção da cultura de paz e prevenção de violências, acompanhamento do desenvolvimento humano, acesso ao conhecimento sobre cultura, esporte e lazer, fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários, produção de impactos sobre as vulnerabilidades e promoção a saúde oral, sexual, reprodutiva e mental.

Todo o trabalho é fundamentado nas diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Lei 12.594 de 18 de janeiro de 2012 que institui o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE) e Lei n° 1.082 de 23 de maio de 2014 que redefine as diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes em Conflito com a Lei, em Regime de Internação e Internação Provisória (PNAISARI), além da Constituição Federal vigente e de regramentos internacionais do Sistema de Garantia de Direitos e os saberes e fazeres multidisciplinares dos integrantes do projeto.

 

fevereiro 13, 2019 · Não é possível comentar
Publicado  em: banner, Noticias  Por: João Roberto Barbosa