NAISST promove III Workshop em Saúde e Segurança do Trabalho da Uncisal

NAISST promove III Workshop em Saúde e Segurança do Trabalho da Uncisal

 

Aline Keila Nascimento

O Núcleo de Atenção a Saúde e Segurança do Trabalhador (NAISST) da Universidade Estadual de Ciências da Saúde (Uncisal) realizou, na última quarta-feira (15), no auditório do Instituto de Reabilitação e Estética (IREs), no bairro de Jatiúca, em Maceió, o III Workshop em Saúde e  Segurança do Trabalho da Uncisal.

O evento teve como tema central “Fatores e Situações de Risco para a Saúde Mental no Ambiente do Trabalho”. A palestra de abertura do workshop, intitulada “Assedio moral no trabalho como fonte de violência e adoecimento mental”, foi ministrada pela enfermeira Zélia Lessa, que é especialista no assunto.

Segundo a palestrante, um grupo de pesquisadores desenvolve ações na área desde o início dos anos 90, quando foi criado um curso de especialização na área pela Universidade Federal de Alagoas. “As ações voltadas para a saúde do trabalhador vêm sendo amplamente estudadas e mensuradas, mas a questão do assedio moral ainda tem sido latente, diante do alto indicie de adoecimento por depressão, transtorno de ansiedade e pânico relacionados com ambiente de trabalho e por consequência o afastamento dos servidores”, explicou.

Zélia Lessa destacou o pioneirismo do Hospital Escola Portugal Ramalho, por ter sido a primeira instituição pública do estado a implantar o Serviço de Saúde do Trabalhador, em 1993, por meio do projeto da servidora Rejane Araújo.

 

A segunda palestra do evento abordou o tema “Fatores psicossociais enquanto situação de risco para a saúde mental no ambiente de trabalho” e foi ministrada pelo psicólogo Manoel Carvalho, do Instituto Nacional de Seguridade Social, que ressaltou a responsabilidade institucional diante dos fatores psicossociais para o adoecimento do trabalhador.

Conforme Iran Freitas, coordenador do NAISST, quando se fala em percepção dos riscos voltados a área de segurança, normalmente são considerados os riscos físicos, químicos e biológicos. No entanto, segundo ele, não há essa mesma percepção no que se refere aos riscos ligados à saúde mental, que também leva ao adoecimento.

“O tema e as palestras escolhidas buscaram provocar a  reflexão sobre isso, para  que possamos começar a identificar os riscos e saber quais são as situações que estaremos expostos, entender como funcionam, para poder adotar medidas preventivas  que venham mitigá-los”, ressaltou Iran Freitas.

O evento foi encerrado com uma oficina para elaboração de um fluxo de trabalho, de como se dará os processos para a identificação dos riscos psicossociais  que possam comprometer a saúde mental do servidor da Uncisal.

Estiveram presentes ao evento a Pró-reitora de Gestão de Pessoas, Margareth Tavares; a assessora técnica Raquel Sarmento; e Alinthon Fagner Nunes da Silva, que está à frente da Supervisão de Atenção à Saúde e Bem Estar (Sasbem), a qual o NAISST é vinculado.

 

 

maio 17, 2019 · Não é possível comentar
Publicado  em: banner, Noticias  Por: Eduardo Almeida